Página 11 de 12 PrimeiroPrimeiro ... 9101112 ÚltimoÚltimo
Resultados 101 a 110 de 111
  1. #101
    teste antes de pregar em uma parede de gesso

  2. #102
    Muito bom esse topico para conhecer mais um pouco da cultura do nosso pais

  3. #103
    Nível 47: Noviça Rebelde Avatar de alinevalbuquerque
    Desde
    Jan 2016
    Localização
    Rio de Janeiro - RJ
    Posts
    1.830
    Citação Postado originalmente por mmelo76 Ver Post
    É pessoal, com base na ideia gerada aqui: Novidade – Receba pontos do Vivo Valoriza pela sua participação no Fórum

    Nosso País é muito grande, um continente. Muitos de nós sequer saímos de nossos estados. Então pensando e melhorarmos nossa cultura sobre nós mesmos; pensei que cada usuário/participante do fórum, que desejar poderá contar ditados e "causos" populares da cultura de seu estado/região.

    Nosso colega @Juvenil-Wille que é viajado, já nos lembrou 2 ditados interessantes lá região Sul, Santa Catarina:






    E aí...qual ditado popular você conhece de sua região ou de outra que visitou?

    Se não lembrar nenhum ditado, pode contar algum "causo"; estória ou folclore conhecido...

    - - - Updated - - -

    Coloquei na seção errada.
    @Gaby você poderia movê-lo para seção "Fora de Tópico".

    Boca fechada não entra mosca
    Aline Albuquerque
    Dicas de Viagens, siga meu instagram @alinevalbuquerque

  4. #104
    Moro em um bairro da cidade de Itanhaém que que se chama Suarão. As pessoas de lá, quando vão ao centro da cidade dizem "Eu vou pra cidade" e as pessoas que moram em outros bairros dizem que "Vão pra Suarão" como se fosse outra cidade.

  5. #105
    Nível 39: O Sexto Sentido Avatar de guvga25
    Desde
    Sep 2018
    Localização
    Minas Gerais
    Posts
    1.596
    Citação Postado originalmente por mmelo76 Ver Post
    Segue a dica pra quem vem para São Paulo:

    25 coisas que surpreendem quem acabou de mudar para São Paulo

    1. O metrô Consolação fica na Avenida Paulista…

    2. … E o metrô Paulista fica na Rua Consolação (o que faz sentido, já que na avenida Paulista tem quatro estações).

    3. A pressa das pessoas em chegar na escada rolante quando saem do vagão do metrô (e a pressa das pessoas em geral).

    4. Aliás, no metrô e em alguns shoppings da região central, a esquerda das escadas e das esteiras fica livre para os mais apressados.

    5. As ruas têm uma fila informal de motoqueiros, entre a primeira e segunda fila de carros. E eles são muitos.

    6. As pessoas cumprimentam-se com apenas um beijo no rosto (no Rio e em Minas são dois; em alguns estados do Nordeste, até três).

    7. Visitar a esquina da Ipiranga com a São João por causa da música do Caetano Veloso e ficar decepcionado, já que não tem nada de mais por lá.

    8. Descobrir que o paulistano chama sanduíche de lanche.

    9. Pegar metrô na estação Sé às 18h e sentir vontade de morrer.

    10. Basta o termômetro marcar 17 graus para ser possível ver alguém andando de sobretudo, gorro e luvas.

    11. Ir de um lugar a outro pode demorar entre 10 minutos e 2 horas dependendo do horário, do trânsito e se está chovendo.

    12. Ninguém em SP chama São Paulo de “Sampa”, como em vários outros estados.

    13. O cheiro dos rios Tietê e Pinheiros. É impressionante o quanto a estação de trem Vila Olímpia, próxima a um dos rios, fede.

    14. Muita gente reclama diariamente do trânsito, mas poucos abrem mão do carro.

    15. Ouvir “isso é coisa de carioca” para qualquer hábito que não seja paulistano (ex: colocar catchup na pizza).

    16. Os apelidos são as primeiras sílabas dos nomes. Camila vira “Cá”, Mariana é “Má”.

    17. O sotaque paulistano tem muitas variantes - tem quem “fala cantado”, quem tem sotaque italiano, quem puxa o ‘r’, quem fala que nem o Faustão…

    18. Não é raro uma cerveja long neck custar salgados R$ 12 em uma balada qualquer (e um monte de gente acha ok).

    19. Os restaurantes têm dias temáticos (segunda é dia de virado à paulista, quarta é feijoada e por aí vai).

    20. Em SP, picolé é sorvete de palito. E sorvete é “sorvete de massa”.

    21. Comer um pastel de feira e descobrir que a vida pode ser maravilhosa por tão pouco.

    22. Quando você sai no horário normal no trabalho as pessoas pensam que você está desmotivado. Quem não fica depois é folgado. (dica da @anaroriz)

    23. Não é raro que exposições culturais tenham filas de horas e horas.

    24. Quando você escutar “vou te levar em algum lugar que tem uma vista linda”, pode saber que a vista em questão será um monte de prédios.

    25. O cachorro-quente paulistano tem purê de batata. É sério, PURÊ DE BATATA.

    Quando me mudei pra SP eu fiquei encantado com a cidade... até o simples hábito de pegar o metro era agradável pra mim. Saudade dessa terra que foi meu lar por alguns anos.
    Em relação ao item que diz que em Minas nós nos cumprimentamos com dois beijos no rosto, creio que seja um equivoco, em Minas se cumprimenta apenas com um beijo no rosto e como mineiro é desconfiado não são todos que se cumprimentar assim.
    Funcionário VIVO

    *Opiniões e informações expressas neste perfil não expressam as opiniões oficiais da empresa.

  6. #106
    Nível 28: O Auto da Compadecida Avatar de Marcinhagoulart
    Desde
    Mar 2017
    Localização
    Belo Horizonte
    Posts
    832
    Citação Postado originalmente por guvga25 Ver Post
    Quando me mudei pra SP eu fiquei encantado com a cidade... até o simples hábito de pegar o metro era agradável pra mim. Saudade dessa terra que foi meu lar por alguns anos.
    Em relação ao item que diz que em Minas nós nos cumprimentamos com dois beijos no rosto, creio que seja um equivoco, em Minas se cumprimenta apenas com um beijo no rosto e como mineiro é desconfiado não são todos que se cumprimentar assim.
    A verdade é que mineiro cumprimenta com um ou três beijos, nunca com dois.
    Desde criança eu escuta a frase : “três pra casar” referindo a cumprimentar com três beijinhos.
    Mas as gerações mais novas já usam um beijo só...rs

  7. #107
    Nível 76: Laranja Mecânica Avatar de thiagomocci
    Desde
    Mar 2015
    Localização
    São Paulo/SP
    Posts
    5.977
    É engraçado que a gente vê outros estados com uns clichês, né? Tenho amigo baiano que é rockeiro e demorei pra aceitar que era possível na minha cabeça. Hahahahaha!

    "Mas como assim você não curte Ivete?"

    Meus conhecimentos de Minas Gerais se resumem em: "comem pão de queijo, tomam "leite queitin" e falam rápido mas de forma muito suave.

  8. #108
    Nível 39: O Sexto Sentido Avatar de guvga25
    Desde
    Sep 2018
    Localização
    Minas Gerais
    Posts
    1.596
    Citação Postado originalmente por thiagomocci Ver Post
    É engraçado que a gente vê outros estados com uns clichês, né? Tenho amigo baiano que é rockeiro e demorei pra aceitar que era possível na minha cabeça. Hahahahaha!

    "Mas como assim você não curte Ivete?"

    Meus conhecimentos de Minas Gerais se resumem em: "comem pão de queijo, tomam "leite queitin" e falam rápido mas de forma muito suave.
    Os famigerados esteriótipos culturais hahahaha
    Quando digo que sou de Minas as pessoas já falam" pão de queijo com café uai".
    Até meus parentes de outros estados tiram onda com isso.
    Funcionário VIVO

    *Opiniões e informações expressas neste perfil não expressam as opiniões oficiais da empresa.

  9. #109
    Nível 11: O Iluminado Avatar de Nilton_Moreira
    Desde
    Dec 2015
    Localização
    Guarujá/ SP
    Posts
    206
    Moro em Guarujá e a palavra "dinheiro" significa "mango". Ex.: 10 reais = 10 mango; e o conhecido "pão francês" é o mesmo que "média".
    Apenas observando...

  10. #110
    Adular – Agradar, bajular. Fazer a vontade de alguém.

    Bagaceira – Conjunto de coisas sem utilidade. Local bagunçado. Confusão grave.

    Baixa-da-água – Lugar distante.

    Capão – Frango capado.

    Encangado – Indivíduo que anda sempre junto com outro.

    Mastá! – Expressão usada para demonstrar dúvida, desafio, incredulidade, surpresa.

    Se Oriente! – Corrija-se. Tome jeito.

    A migué – À toa, relaxado, largado, sem interesse.

    Abelhudar – Agir com curiosidade, indiscrição. Intrometer-se.

    Atroado – Atrapalhado, desajeitado, que derruba tudo ou se machuca facilmente.

    Barreado – Confuso, sem saber o que fazer ou o que dizer. (e aqui é um prato típico que eu amo!)

    Bexiguento – Pessoa que não presta.

    Cabrunquento – Coisa ou pessoa ruim.

    Coiteiro – Aquele que protege ou esconde criminosos ou namorados.

    Eita Pêntia (Êitcha Pêntchia) – Expressão usada para expressar admiração, alegria, dificuldade, espanto, surpresa, susto, etc.

    Fumbambento – Desbotado. Sem cor. (adorei essa!!)

    Nas carreiras – Às pressas.

    Peba – De baixa qualidade, mal feito.

    Perôbo – O mesmo que viado, bicha.

    Punga – Ato de pegar um veículo em movimento, muito perigoso.

    Quem gaba o sapo é a jia! – Pessoa que se elogia ou elogia a um dos seus.

    Tá com bexiga – Está agitado ou irritado.
    A leitura é um caminho de descobertas, a realidade é a fonte de todo o conhecimento, devemos conhecê-la. para nos descobrir. Amo lê livros, minha paixão é a leitura!