Resultados 1 a 2 de 2
  1. #1

    Cadê meus donos?

    Cadê meus donos?.

    Apareci no ponto de ônibus pela manhã. Cheirei um e outro. Brinquei com alguns. Mas todos partiam logo em seguida. Ali fiquei esperando meus donos. A noite, já cansada, entrei numa casa que me parecia um abrigo bom. Aqui me deram água, leite e ração. Acho que ração de castrado. Muito grande pra mim. Sou criança ainda. Mas enfrentei gatos desse tamanho só com meu uivo. Achei um cantinho gostoso... Dormi. No meio dia vi as portas se abrirem. E me deram água fresca, leitinho gelado e ração. Tudo fresquinho. Me deletei com esses apetitosos alimentos. Mesmo não sendo de filhote. Um dia vou crescer, mesmo...
    Agora, uma sombra e um tapete com inscrição: "sejam bem-vindos". E uma esticada para uma soneca.
    Acho que bem poderia ficar aqui. Mas tem duas gatas dentro da casa e eu não curto os focinhos delas não. E tem um branco, macho, que ontem veio questionar comigo por estar pegando o lugar dele. Já tive que mostrar minha macheza...uivei muuuito. Arrepiei da cabeça ao rabo. Fiquei um bicho feio. Acho que intimidei...

    Mas quero meus donos. Onde cresci. Manda eles virem me buscar?!!. Não quero ser adotado... Quero que meus donos sejam sempre meus donos. Dá tristeza isso de ficar sem saber deles...


    (Milena Medeiros, 12/04/2018, para Gertrudes)

    A gatinha deve ter uns cinco meses. Já vacinei. Meiga, brinca sozinha, gosta de dormir na cama, fácil cuidado. Bom para apartamento pois é sossegada.
    ***
    ***


    NOTA DE ESCLARECIMENTO

    Adorei e adotei a gatinha. Essa semana entrou no cio e já foi castrada. Está morando comigo e com as minhas outras duas gatinhas
    10/08/2018

    Nome:      IMG_20180428_224417403.jpg
Visitas:     150
Tamanho:  46,0 KB
    https://www.recantodasletras.com.br/cartas/6430591
    Última edição por amdiego; 26-08-18 às 12:49 PM.Razão: Correção de texto

  2. #2

Tags para este Tópico