Quem, como eu, já chegou aos 50 (jubileu de ouro), deve se lembrar de uma "campanha" divulgada na tv.
Na cena, aparecia um cara, de óculos e bigode, vendi um filme, com cara séria, e uma lágrima escorrendo.
Ouvia-se os sons do filme, quase não-inteligíveis, e uma voz forte do locutor:
- Seja mais homem. Chore!