A Google encontrou uma falha de segurança grave na edição de desktop do Google Chrome e recomenda que todos os usuários no Windows, macOS e Linux atualizem o navegador assim que possível. De acordo com a Forbes, a vulnerabilidade permite que agentes externos tomem conta de ações do browser remotamente. A empresa já disponibilizou um update emergencial, que está presente na versão 76.0.3809.132 do programa.

O patch que corrige o problema está sendo liberado automaticamente, mas você pode conferir se está protegido indo até o menu de Configurações do navegador, presente nas reticências no canto superior direito da tela, e clicando em "Sobre o Google Chrome". Nesta página, o browser avisará se a versão mais recente do programa está instalada e fará downloads adicionais caso seja necessário.

Nome:      google-chrome-atualizado.jpg
Visitas:     0
Tamanho:  76,2 KB

Segundo a Google, as versões de Android e iOS não contém a falha de segurança e os usuários da edição móvel do navegador mais popular da atualidade não precisam se preocupar com o problema.

Controle remoto
A vulnerabilidade em questão foi encontrada pela equipe do Google Chrome com o auxílio dos especialistas Luyao Liu e Zhe Jin, da empresa de segurança Qihoo 360, que receberam uma recompensa de US$ 5.500 cada.

A falha estava relacionada a um problema de memória que podia ser utilizado para roubar dados e realizar ações no navegador de forma remota. Segundo explica a Forbes, um agente mal-intencionado poderia usar a vulnerabilidade para fazer o usuário acessar páginas falsas e obter informações sigilosas.

Enquanto os milhões de clientes do Google Chrome ficaram expostos ao problema, o risco de ações voltadas para usuários comuns é baixo. De acordo com o Center for Internet Security, a falha de segurança pode ser mais nociva para órgãos governamentais e empresas de pequeno e médio porte, que não costumam ter soluções avançadas de proteção contra ataques online. Ou seja, se você é dono de um negócio, é melhor ficar de olho nos updates do navegador

Fonte: Tecmundo