PDA

Ver Versão Completa : "Lei do Bem' está de volta, e preços de eletrônicos podem cair novamente



Patycruz
27-04-16, 04:02 PM
Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) divulgou na noite de ontem que conseguiu uma liminar judicial muito aguardada pelos consumidores. Trata-se de uma decisão para restabelecer a desoneração do PIS/COFINS em produtos de informática e telecomunicações. Ou seja: pelo menos provisoriamente, podemos comemorar a volta da "Lei do Bem" — que desonera os eletrônicos no Brasil.
De acordo com a publicação no site da Abinee: "A ação está fundamentada na tese de que a revogação ocorrida por força da MP 690 foi feita de forma ilegítima, uma vez que o benefício da alíquota zero tinha prazo para acabar (31 de dezembro de 2018), e, de acordo com o regramento jurídico brasileiro, benefício fiscal concedido a prazo certo não pode ser revogado."
Com essa informação, as empresas associadas à Abinee podem voltar a vender seus produtos aos consumidores com valores mais baixos, uma vez que as taxas PIS/COFINS não fazem mais parte da construção dos preços. Não há informações sobre recursos que podem ser movidos pelo Governo brasileiro, mas é possível que haja alguma movimentação desse tipo nos próximos dias.

Fonte: Tecmundo

Josemsud
27-04-16, 04:27 PM
Eu até ficaria feliz com essa notícia mas o problema é que mesmo assim o preço dos produtos continuaram para poucos.

- - - Updated - - -

Melhor maneira de fazer a economia crescer é quando uma grande parte de consumidores de um país tem poder de compra de um produto, por isso sou contra altos impostos.

Patycruz
27-04-16, 04:35 PM
Concordo com vc Josemsud, mas se cai a alíquota de imposto, o poder de compra aumenta.
Eu acho um absurdo pagar mais de R$1000,00 num aparelho, principalmente pq sabemos que ele não foi feito pra durar. Além do mais, a gente batalha pra comprar e corre o risco de ficar sem, em questão de segundos, pela falta de segurança.

Josemsud
27-04-16, 04:52 PM
Concordo com vc Josemsud, mas se cai a alíquota de imposto, o poder de compra aumenta.
Eu acho um absurdo pagar mais de R$1000,00 num aparelho, principalmente pq sabemos que ele não foi feito pra durar. Além do mais, a gente batalha pra comprar e corre o risco de ficar sem, em questão de segundos, pela falta de segurança.

Vou fazer uma comparação de preços hoje um cliente compra um pc i5, 8GB de memória, 1TB por R$ 2.900,00 (junto vem impressora, teclado, mouse e caixas acústicas). Se esse mesmo cliente procurar um técnico por esse valor compra um pc com uma configuração melhor a diferença são os impostos e também a garantia (se for um bom técnico dará uma boa garantia).

A diferença principal da durabilidade de um aparelho não importa se é computador ou celular é o tempo de uso, se você o usa constantemente lógico que ele irá durar pouco poque esse tempo diminui sua vida útil... Por exemplo não sei se você ou outras pessoas sabem mas há lojas que vendem produtos como tv, computadores, aparelhos de som direto do mostruário... imagina o tempo que ele perdeu de garantia quando chega na casa do cliente?

Juvenil-Wille
27-04-16, 06:15 PM
De acordo com a publicação no site da Abinee: "A ação está fundamentada na tese de que a revogação ocorrida por força da MP 690 foi feita de forma ilegítima, uma vez que o benefício da alíquota zero tinha prazo para acabar (31 de dezembro de 2018), e, de acordo com o regramento jurídico (http://bhcidadao.com.br/delacao-premiada/)brasileiro, benefício fiscal concedido a prazo certo não pode ser revogado."

Com essa informação, as empresas associadas à Abinee podem voltar a vender seus produtos aos consumidores com valores mais baixos, uma vez que as taxas PIS/COFINS não fazem mais parte da construção dos preços. Não há informações sobre recursos que podem ser movidos pelo Governo brasileiro, mas é possível que haja alguma movimentação desse tipo nos próximos dias.

Fonte: Tecmundo
Infelizmente não sei quem é pior, as grandes empresas, os criminosos ou o governo, pois se existe uma lei com um prazo, não há motivos para revoga-la antes.

E a lei do bem nem deveria se lei, deveria ser uma obrigação, pois nenhum pais crece sem investir em tecnologia e infraestrutura, logistica e educação.

mmelo76
27-04-16, 06:21 PM
Concordo com vc Josemsud, mas se cai a alíquota de imposto, o poder de compra aumenta.
Eu acho um absurdo pagar mais de R$1000,00 num aparelho, principalmente pq sabemos que ele não foi feito pra durar. Além do mais, a gente batalha pra comprar e corre o risco de ficar sem, em questão de segundos, pela falta de segurança.

Qualquer diminuição é bem vinda...nesse caso, retirada de aumento!

thiagomocci
28-04-16, 09:02 AM
No geral, todo mundo se aproveita da situação ruim. Vai diminuir o IPI mas não vai se refletir nos principais modelos, os mais visados.

É uma questão de mercado muito complexa. Enquanto a economia no pais for tão fortemente regulamentada pelo Estado, as coisas não vão funcionar. Aqui até juros bancário existe órgão pra regular. Onde já se viu? Ai claro que o banco vai explorar de todas as formas possíveis e se meter em corrupção com a agência pra conseguir o que quer.