PDA

Ver Versão Completa : Que tal se o regulamento da sua internet fosse organizado em uma tabela?



Josemsud
06-04-16, 12:43 AM
https://4.bp.blogspot.com/-QU4dR9zp9wU/VwRx-mTXhkI/AAAAAAAANDM/4sdZMuFwdrcyegJ0RGAKEZ78GiSTjz62g/s1600/Acesso%2B%25C3%25A0%2Binternet%2Bno%2Bescuro.jpg

Anatel dos EUA decidiu que todos os detalhes dos planos de internet serão explicados em uma tabela.

A Comissão Federal de Comunicações - FCC (a Anatel dos Estados Unidos), informou que recebe, todos os anos, cerca de 2 mil reclamações de consumidores insatisfeitos com surpresas que receberam na hora de verificar a fatura dos seus serviços de internet. Para mudar isso, a reguladora decidiu que as informações do plano de banda larga contratado deverão ser organizadas em uma espécie de tabela.

Até agora os detalhes de cada plano de internet eram especificados por meio de um regulamento geral, que poucos tinham paciência para ler todas as cláusulas e sair procurando por instruções sobre preço, velocidade e eventuais taxas adicionais.

Em média os norte-americanos gastam entre US$ 60 e US$ 70 (entre R$ 220 e R$ 260, na cotação atual) por mês com acesso à internet. Por isso, o Diretor da Mesa de Proteção Financeira do Consumidor, Richard Cordray, acredita que "os clientes merecem saber o preço que vai realmente pagar pelo serviço e estar plenamente conscientes de outros componentes, tais como limites de dados e fatores de desempenho antes de se cadastrar para o serviço".

O layout da tabela seria bastante parecido ao de uma tabela nutricional de alimentos, para verificar a presença da quantidade de certos ingredientes e substâncias. Veja como ficou:


Exemplo de Tabela da Banda Larga Fixa

https://3.bp.blogspot.com/-UyQZiApXq9Q/VwRut72CGII/AAAAAAAANC4/EwhlEUcY1HI0wuUyERJMiH4UOYCgGCodg/s1600/tabela%2Bde%2Binternet%2Bbanda%2Blarga%2Bfixa%2Bes tados%2Bunidos.jpg


Exemplo de Tabela da Banda Larga Móvel

https://2.bp.blogspot.com/-OGSmxvbaEjo/VwRu4oIHwzI/AAAAAAAANC8/94c0cYh_ZzokibFdHKR689C1eySNY4GLQ/s1600/tabela%2Binternet%2Bbanda%2Blarga%2Bm%25C3%25B3vel %2Bestados%2Bunidos.jpg



Como é no Brasil

Por aqui as operadoras de telefonia precisam, antes de tudo, redigir um regulamento completo para cada oferta disponível. É a forma mais popular que temos para conhecer detalhes daquilo que estamos contratando, como se fosse um contrato a ser assinado pelo consumidor, concordando com todos os termos e condições do serviço.

No entanto, desde março de 2015 que a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) passou a obrigar as empresas de telecomunicações brasileiras a disponibilizarem, de uma forma que seja facilmente vista nos seus sites, o sumário de cada plano. A nova regra foi parte dos artigos 21 e 22 do RGC (http://www.minhaoperadora.com.br/2015/03/comecam-valer-hoje-novos-beneficios.html) (Regulamento Geral de Direitos do Consumidor de Serviços de Telecomunicações).

O sumário nada mais é do que um documento resumido, com a presença de tabelas informativas, que explicita valores de preços e tarifas do plano (com e sem promoção); período promocional e elegibilidade; regras e data de reajuste; valores de aquisição, manutenção e instalação de produtos e equipamentos; restrições à utilização do serviço; limites de franquia e o que ocorre com a conexão do consumidor após sua utilização; velocidades mínima e média de conexão; prazo de permanência (se houver) e valor da multa em caso de rescisão antes do término do contrato.

Para você ter uma ideia de como o sumário deve ser, veja abaixo um feito pela operadora Oi (http://www.oi.com.br) para os seus planos de banda larga fixa da Região 1 (Sudeste, Nordeste e Norte, com exceção do AC):

thiagomocci
06-04-16, 08:37 AM
Acredito que tem que manter o regulamento pois ele explicita detalhes e tem apenas de ter o meio principal de divulgação (seja comercial ou página do site) com as informações mais importantes de forma clara.

Agora, com a Vivo colocando a franquia no Vivo Fibra, está totalmente na surdina. No Facebook ninguém fala nada e já consta nas letras miúdas do site que é promocional não haver corte após consumir a franquia. Deveria nas letras pequenas ter informação também de qual a franquia, se é válido para clientes atuais e principalmente, na parte onde fala sobre o plano, com preço, ter em letras do mesmo tamanho a informação de quanto é a franquia, deixando bem claro.

O que está acontecendo hoje com o Vivo Fibra, pior do que nos limitar com franquia, é nos enganar com a mudança abrupta e sem avisos. É um crime a falta de transparência no site. As franquias, ainda que péssimas, podem até ser legal, mas a forma como estão fazendo é imoral.

Como alguém assina hoje um plano que terá franquia, sem saber que terá, se souber que terá, sem saber qual a franquia e se souber qual é a franquia sem um método oficial desde já disponível para consulta e análise do próprio consumo?

Quer colocar as franquias? Então vamos lá:

1) Tenha opções interessantes e não como no ADSL que a maior tem 130 GB;
2) Deixe claro já na venda sobre a franquia, a data de início e desde já ofereça uma ferramenta para consulta da franquia utilizada, mesmo agora sem franquia promocionalmente;
3) Contemple os antigos clientes com o mínimo de dignidade, deixando claro o fim da Internet Ilimitada ao tentar migrá-lo para novos planos e principalmente, cumprindo por toda a vigência legal do contrato do cidadão sem franquia.

Josemsud
06-04-16, 09:44 AM
Acredito que tem que manter o regulamento pois ele explicita detalhes e tem apenas de ter o meio principal de divulgação (seja comercial ou página do site) com as informações mais importantes de forma clara.

Agora, com a Vivo colocando a franquia no Vivo Fibra, está totalmente na surdina. No Facebook ninguém fala nada e já consta nas letras miúdas do site que é promocional não haver corte após consumir a franquia. Deveria nas letras pequenas ter informação também de qual a franquia, se é válido para clientes atuais e principalmente, na parte onde fala sobre o plano, com preço, ter em letras do mesmo tamanho a informação de quanto é a franquia, deixando bem claro.

O que está acontecendo hoje com o Vivo Fibra, pior do que nos limitar com franquia, é nos enganar com a mudança abrupta e sem avisos. É um crime a falta de transparência no site. As franquias, ainda que péssimas, podem até ser legal, mas a forma como estão fazendo é imoral.

Como alguém assina hoje um plano que terá franquia, sem saber que terá, se souber que terá, sem saber qual a franquia e se souber qual é a franquia sem um método oficial desde já disponível para consulta e análise do próprio consumo?

Quer colocar as franquias? Então vamos lá:

1) Tenha opções interessantes e não como no ADSL que a maior tem 130 GB;
2) Deixe claro já na venda sobre a franquia, a data de início e desde já ofereça uma ferramenta para consulta da franquia utilizada, mesmo agora sem franquia promocionalmente;
3) Contemple os antigos clientes com o mínimo de dignidade, deixando claro o fim da Internet Ilimitada ao tentar migrá-lo para novos planos e principalmente, cumprindo por toda a vigência legal do contrato do cidadão sem franquia.

Condordo com tudo o que você disse thiagomocci

Estava vendo a página de vendas do produto Vivo Internet Fibra, engraçado que para vender a Vivo é boa coloca "n" vantagens porém não informa que agora a internet por fibra óptica terá cota mensal...

thiagomocci
06-04-16, 12:13 PM
Não informa que terá, não informa qual é, não auxilia no auto-conhecimento de consumo, não faz nada.

Eu não sou contra franquias. Já disse inumeras vezes por aqui que eu não gosto do sentido de ilimitado. Computação tem limites. Vender algo como ilimitado é atentar contra si e contra os outros. Não tem como oferecer ilimitado.

Mas colocar franquias minúsculas sem transparência é muito ruim. Eu realmente estou disposto, depois de mais de 15 anos como cliente, de trocar a operadoras dos serviços fixos se a Vivo não criar meios para me manter como cliente. Eu mantenho os serviços em casa pelo preço, devido diversos descontos que consigo no setor de retenção. Mas se a concorrente me oferece algo sem franquia por preço ainda que superior e me fizer isso de forma decente ao menos, não vai compensar ficar.

mmelo76
06-04-16, 12:55 PM
Acompanhando de perto, mesmo estando tão longe desse assunto! ;)

Matthew
06-04-16, 02:56 PM
Acho que, por aqui, a Vivo, por exemplo, deveria começar por organizar o próprio sistema, que se confunde sozinho... haha! :)

PriscilaRocha
07-04-16, 09:41 PM
Os usuários podem processar coletivamente se não receberem a informação antecipadamente e a Vivo terá que se virar pra tentar provar que divulgou a informação

Juvenil-Wille
07-04-16, 10:02 PM
Realmente, poderiam entregar o regulamento todo detalhado junto com o contrato e a tabela com todas as informações importantes nela, assim fica bem melhor de entender os planos!


Os usuários podem processar coletivamente se não receberem a informação antecipadamente e a Vivo terá que se virar pra tentar provar que divulgou a informação (http://bhcidadao.com.br/transgressao-como-parte-das-acoes-humanas/)
Com uma tabela detalhada é mais fácil de encontrar as informações e localizar as divergencias,

Quanto ao processo coletivo, ele pode ser aberto a qualquer momento desde que tenha alguma prova ou motivos suficientes baseados em lei (http://bhcidadao.com.br/delacao-premiada/)para isto.

PriscilaRocha
08-04-16, 09:59 PM
Juvenil-Wille

Não avisar com 30 dias de antecedência a mudança já é um dos direitos que podem ser violados. Por bem menos já houveram processos coletivos contra essas empresas que tentam burlar as leis todo

Resolução nº 632, de 7 de março de 2014
Art. 52. As Prestadoras devem comunicar com antecedência mínima de 30 (trinta) dias, preferencialmente por meio de mensagem de texto ou mensagem eletrônica, a alteração ou extinção de Planos de Serviço, Ofertas Conjuntas e promoções aos Consumidores afetados, sem prejuízo das regras específicas aplicáveis ao STFC.

Juvenil-Wille
08-04-16, 10:04 PM
@Juvenil-Wille (https://forum.vivo.com.br/member.php?u=17141)

Não avisar com 30 dias de antecedência a mudança já é um dos direitos que podem ser violados. Por bem menos já houveram processos coletivos contra essas empresas que tentam burlar as leis todo

Resolução nº 632, de 7 de março de 2014
Art. 52. As Prestadoras devem comunicar com antecedência mínima de 30 (trinta) dias, preferencialmente por meio de mensagem de texto ou mensagem eletrônica, a alteração ou extinção de Planos de Serviço, Ofertas Conjuntas e promoções aos Consumidores afetados, sem prejuízo das regras específicas aplicáveis ao STFC.
Só 30 dias antes?
As operadoras deveriam ser obrigadas a comunicarem os clientes com no minimo 90 dias antes da alteração ou da paralização da comercialização dos planos.!