PDA

Ver Versão Completa : Muito insatisfeito, sendo roubado novamente



gilmarhz
15-03-18, 07:35 AM
Tenho dois números de telefone pré-pago, um da minha mãe e um do meu padrasto.

Para os dois em agosto do ano passado tive que cancelar alguns "serviços extras" que começaram descontar créditos semanais.

Minha mãe reclamou novamente que os créditos não duram.

Novamente adicionaram um serviço para cada um, o "SDPM-5151 Vivo Flip Semanal" e o "SDPA- Vivo Protege Voce +".

E vejam, as duas pessoas que usam os telefones são idosos, com telefones para idosos que só possuem teclado e display numérico, no estilo telefone do ano 2000. Nenhum dos dois não sabe nem enviar SMS.

Como pode uma empresa fazer isso com pessoas idosas? É um algoritmo (atualmente chamado de bot) que faz análise da idade e ao perceber serem pessoas idosas vai embutindo "serviços extras" nos planos?

Alguém sabe como cancelar esses serviços? Pois no site meuvivo onde é possível ver extrato não aparece em lugar nenhum esses serviços extras.

Dessa vez nem vou tentar estornar esses créditos, pois da vez passada não consegui.

Essa empresa VIVO é a pior empresa que eu conheço, pois se você fosse assaltado na rua pelo menos estaria sabendo que perdeu alguma coisa, porém aqui eles fazem na surdina, roubam de idosos, e quando alguém percebe que está sendo roubado simplesmente dizem para cancelar o serviço extra (mas já roubaram um monte).

Juvenil-Wille
18-03-18, 05:06 PM
Você pode entrar em contato com a operadora e caso eles não cancelem, você poderá ligar para a ouvidoria da Vivo no telefone 0800 775 12 12, de segunda à sexta-feira, das 8h às 18h.

Se não resolver, você também pode abrir uma reclamação no site consumidor.gov.br (https://www.consumidor.gov.br/)

Veja aqui porque reclamar no site do consumidor. (http://bhcidadao.com.br/consumidor/)

Popia
18-03-18, 10:02 PM
Estou desde dezembro tendo este tipo de problema, a atendente simplesmente não consegue bloquear os produtos que coolocam em minha linha para roubar os creditos. o jeito é juntar-se a centenas de outros que foram roubados e reclamar para Anatel