PDA

Ver Versão Completa : Vivo é primeira operadora a ter domínio próprio na Internet. A



Zappafn
17-09-15, 04:10 PM
A partir do segundo semestre de 2016, o domínio .vivo, pertencente à operadora Vivo, começará a ser usado. O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 17/9, durante a Rio Info 2015, no Rio de Janeiro. Mas o contrato da empresa com a contrato com a Internet Corporation for Assigned Names and Numbers -ICANN, autoridade internacional sobre nomes de domínio internet, se deu em julho de 2015.
A Vivo está autorizada a usar endereços na internet com a terminação .VIVO, sem a necessidade de nenhum outro complemento. Para receber o sinal verde da entidade, a Vivo cumpriu uma série de procedimentos para demonstrar a propriedade da marca, em negociações que tiveram início em 2013.
Há grandes somas de dinheiro envolvidas no simples processo de análise de novos domínios, embora a ICANN afirme que sejam apenas suficientes para o próprio processo. Há muitas exigências técnicas para a operação dos novos domínios na Internet. Poucas serão as empresas capazes de cumprir as exigências técnicas da ICANN em relação a administração dos servidores DNS em si.
Domínio .RIO jà está disponível
Desde de que a ICANN, divulgou a lista de candidatos a novos domínios genéricos de primeiro nível – os chamados gTLDs ou generic top-level domain – os brasileiros ficaram sabendo do interesse de empresas e entidades aqui do país em terem seus próprios sufixos nos endereços usados na grande rede.
Segundo um documento divulgado pela ICANN, na época, o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (o NIC.br) entrou com um pedido para ser dono dos endereços que terminam em .BOM e .FINAL. Já os bancos Bradesco e Itaú, os postos Ipiranga, a empresa de cosméticos Natura e o portal UOL fizeram os pedidos de domínios que terminam nos nomes de suas marcas (.BRADESCO e .NATURA, por exemplo). A Telefònica registrou .VIVO. E as Organizações Globo tratou de pedir o domínio .GLOBO.
O domínio .RIO foi o primeiro a ser concedido. A cidade foi a primeira da América Latina a ter esse privilégio. O domínio está na raiz da Internet desde maio de 2014. E esta semana, o prefeito Eduardo Paes informou sobre a liberação do uso. A partir das 17h desta quinta-feira, 17/9, 17 de setembro de 2015 às 17 horas pessoas jurídicas ou pessoas físicas com CGC e CPF cadastrados em endereços do Rio de janeiro podem requer um domínio .RIO. Basta entrar em http://www.rio.rj.gov.br.
Inicialmente, apenas as operadoras HostNet e Mexcorp.net comercializarão o domínio. O preço anual deve ficar em torno de R$ 130, segundo a prefeitura.
Como a reserva de domínios já estava aberta desde agosto de 2014, 4,5 mil pedidos já estão registrados, segundo o secretário municipal de Administração, Marcelo Queiroz.
Por que isso é importante
O domínio próprio traz segurança e outros benefícios ao cliente, na medida que garante credibilidade em links e sites, pois nenhum endereço na internet poderá ser registrado com a terminação .VIVO sem aprovação da empresa, assim como a prefeitura do Rio é a responsável pela liberação do uso do domínio .RIO.
A Vivo passa também a ter um controle maior sobre todo conteúdo produzido para a web, além de permitir à empresa criar nomes curtos e memorizáveis, facilitando e dando mais amplitude às ações de marketing. Razão pela qual o domínio próprio interessou também à Globo.
A taxa de inscrição da candidatura do domínio foi de 185 mil dólares Uma vez aprovado o pedido, a taxa anual mínima de novo registro no ICANN é de 25 mil dólares. Existem ainda custos substanciais para a infraestrutura técnica. e custos operacionais, administrativos, legais e de marketing. Dependendo o domínio, o custo global de novos gTLDs pode chegar a até 2 milhões de dólares.


Fonte
http://idgnow.com.br/internet/2015/09/17/vivo-e-primeira-operadora-a-ter-dominio-proprio-na-internet/#sthash.NZmWyLBH.dpuf

thiagomocci
20-09-15, 04:56 AM
Nossa, que notícia legal. Imagine o http://meu.vivo. Genial!