PDA

Ver Versão Completa : Sky fecha acordo com a Simba e volta a distribuir Record, SBT e RedeTV!



mmelo76
30-08-17, 04:39 PM
http://noticiasdatv.uol.com.br/media/_versions/_versions/edir_macedo_silvio_santos_encontro2_free_big_fixed _big.jpg

Segunda maior operadora de TV por assinatura do país, a Sky voltará em breve a carregar os sinais de Record, SBT e RedeTV!. A empresa fechou acordo com a Simba, programadora das três emissoras, e encerrou uma crise que se arrasta desde o final de março. O contrato entre dirigentes das redes e da Sky foi assinado hoje (30) em São Paulo.

Com 5,5 milhões de assinantes em todo o país, a Sky é a segunda grande operadora a fechar acordo com a Simba. A primeira foi a Vivo. A Net e a Claro, que juntas têm mais da metade do mercado nacional de TV por assinatura, já estiveram muito próximas de um final feliz, mas uma reviravolta impediu o acerto. As empresas seguem negociando.

Detalhes do acordo da Simba com a Sky não foram revelados. No mercado, estima-se que Record, SBT e RedeTV! receberão da operadora aproximadamente R$ 1,00, receita que será compartilhada por elas.

O contrato só foi possível porque as emissoras de TV recuaram e aceitaram reduzir drasticamente os valores que pretendiam cobrar das operadoras.

Em março, a Simba pediu R$ 15 pelos sinais digitais das três redes, o equivalente ao custo que as empresas de TV por assinatura têm com pacotes premium, como HBO e Telecine, pelos quais cobram R$ 30 dos assinantes. Essa quantia, inviável para as finanças das operadoras, renderia às redes uma receita anual de R$ 3,5 bilhões, praticamente a mesma verba que elas faturam com publicidade e venda de horários a igrejas.

Quando decidiram enfrentar as operadoras, as emissoras da Simba esperavam um clamor popular favorável a elas. Seus executivos imaginavam que, assim como ocorrera na disputa entre Fox e Sky, em janeiro, os telespectadores cancelariam assinaturas e protestariam nas redes sociais.

Em 30 de março, no mesmo dia em que ocorreu o desligamento do sinal de TV analógica na Grande São Paulo, a Simba determinou às operadoras que, sem um acordo comercial, elas não poderiam mais carregar as programações de Record, SBT e RedeTV!, que, juntas, representavam quase 20% da audiência de todos os canais no cabo e no satélite.

As três redes saíram do ar nas principais operadoras em São Paulo e no Distrito Federal, e o clamor popular que as redes esperavam não aconteceu.

Pelo contrário, elas foram as maiores prejudicadas. Suas audiências caíram até 30%. Programas da Record como o Balanço Geral/Hora da Venenosa nunca mais foram líderes no Ibope. Com exceção do SBT, até hoje elas não recuperaram a audiência que tinham em março.

Em crise, a Simba trocou seu executivo responsável pelas negociações com as operadoras. Saiu o ex-banqueiro Marco Gonçalves e entrou Ricardo Miranda, ex-presidente da Sky, nome de confiança do mercado de TV por assinatura.

Em junho, com o desligamento do sinal analógico em Goiânia, as negociações tiveram um avanço. A Simba finalmente acenou com um preço que as operadoras estavam dispostas a pagar. Assim, conseguiu manter as três redes na TV paga em Goiás mesmo sem um acordo comercial, sem um acerto de preço a ser pago pelos sinais.

As emissoras estão cobrando por seus sinais na TV assinatura amparadas na lei 11.485/11, que instituiu cotas de programas nacionais nos canais pagos. A lei prevê que os sinais digitais das redes abertas não são obrigatórios e gratuitos nas operadoras.

Fonte BR! (http://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/mercado/sky-fecha-acordo-com-simba-e-volta-distribuir-record-e-sbt--16591)

Theo_Raeken
30-08-17, 06:57 PM
Uma pena que as operadoras perderam nesse caso. É um absurdo pagar por canais abertos.
Agora, só falta a NET/Claro...

andersonfariah
30-08-17, 09:51 PM
Uma pena que as operadoras perderam nesse caso. É um absurdo pagar por canais abertos.
Agora, só falta a NET/Claro...

Também acho absurdo pagar pagar canal aberto, mas a partir do momento que uma emissora recebe para fornecer os direitos de transmissão, as outras também vão querer tirar uma casquinha, pode ter certeza.

Deystan
31-08-17, 10:48 AM
Uma pena que as operadoras perderam nesse caso. É um absurdo pagar por canais abertos.
Agora, só falta a NET/Claro...

Concordo plenamente contigo meu caro.

alinevalbuquerque
04-09-17, 01:45 PM
Que bom que se entenderam. Bom para o telespectador.

Abraços

Alinevalbuquerque

Theo_Raeken
04-09-17, 01:55 PM
Péssimo isso, alinevalbuquerque...
Os valores podem retornar aos assinantes com aumentos nas faturas, de alguma forma. Eles estão cobrando das operadoras por canais de TV Aberta grátis.
Não dá pra pensar somente como telespectador, mas tem de ver os abusos que essa "Simba" fez com as operadoras e ainda está saindo por cima.

alinevalbuquerque
04-09-17, 02:20 PM
Péssimo isso, alinevalbuquerque...
Os valores podem retornar aos assinantes com aumentos nas faturas, de alguma forma. Eles estão cobrando das operadoras por canais de TV Aberta grátis.
Não dá pra pensar somente como telespectador, mas tem de ver os abusos que essa "Simba" fez com as operadoras e ainda está saindo por cima.

Theo_Raeken

Vendo pelo lado que você colocou, de fato, o consumidor vai acabar levando a pior (como sempre na maioria das vezes). Pensei apenas no lado do recebimento do sinal, esquecendo-me do custo indireto disso.

Obrigada por compartilhar

Abraços

Alinevalbuquerque